Conflitos sírios registrados pelas lentes de Gabriel Chaim são tema de exposição em São Paulo

Criança correndo no meio dos escombros em Aleppo. Siria, Maio 2014 | © Gabriel Chaim

Criança correndo no meio dos escombros em Aleppo. Siria, Maio 2014 | © Gabriel Chaim

Principalmente desde 2011, a Síria vem passando por uma série de conflitos que culminaram numa guerra civil, deixando mais de 200 mil mortos e milhões de refugiados ao redor do mundo. Tragédia, destruição e desespero são constantes no contexto sírio atual, principalmente depois dos ataques à França em novembro de 2015. Desde 2013, o fotógrafo e documentarista Gabriel Chaim – especializado em coberturas em áreas de conflito, crises e situações extremas – acompanha de perto a situação do país. Chaim foi um dos poucos estrangeiros a conseguir cruzar a fronteira da Síria com a Turquia e entrar na cidade de Kobane, um dos locais mais tensos do conflito.

O trabalho de Gabriel Chaim é tema da exposição que a Zipper Galeria e a Human Rights Watch trazem ao público brasileiro até 16 de janeiro. “Filhos da Guerra: O Custo Humanitário de um Conflito Ignorado”, com curadoria de Marcello Dantas, reúne nove imagens e um vídeo feito por drones que mostram a tragédia humana da guerra civil por diferentes olhares: das mulheres, das crianças, dos algozes, em fotos de grande dimensão (1,5 m x 2,25 m), que destoam do padrão das fotos documental e trazem o impacto do drama em cada registro.

Jovem olhando para o teto de uma mesquita bombardeado por um míssil das forças de Bashar Al-Assad. Huraitan, Maio 2014 | © Gabriel Chaim

Jovem olhando para o teto de uma mesquita bombardeado por um míssil das forças de Bashar Al-Assad. Huraitan, Maio 2014 | © Gabriel Chaim

A abertura da exposição aconteceu dia 1º de dezembro, e contou com a presença do vice-presidente da HRW, Iain Levine, que falou sobre o conflito sírio e seu impacto humanitário e contou com o talento culinário do sírio Talal, que após campanha de crowdfunding de sucesso lançará em breve seu restaurante de comida típica em São Paulo – notadamente uma das cidades que mais concentra refugiados no Brasil e onde a presença imigrante síria é parte inalienável de sua formação enquanto metrópole.

 

“Filhos da Guerra: O Custo Humanitário de um Conflito Ignorado”
Até 16 de janeiro de 2016
Zipper Galeria

Rua Estados Unidos, 1.494

Jd. América, São Paulo, SP
Entrada Gratuita
www.zippergaleria.com.br

Da Redação