Na decoração madeira reaproveitada se transforma em material nobre

Skatista - Paulo Leonardo / Foto: Divulgação

Skatista – Paulo Leonardo / Foto: Divulgação

Cada manifestação artesanal teve sua época de auge. Porém, há aquelas que se eternizam e continuam com grande importância até os dias de hoje, é o caso da arte em esculpir a madeira, que antecede a profissão de pedreiro.

A madeira não é um material que comumente vemos relacionado a prática da reciclagem, contudo, seu reaproveitamento é mais comum do que imaginamos, esta prática se tornou popular ao longo das décadas de 1980 e 1990, com o aumento das preocupações referentes ao desmatamento e aquecimento global.

Além de contribuir para a solução da escassez dos recursos naturais, e colaborar com os conceitos sustentáveis, a reciclagem de madeira é uma atividade que exige criatividade, seu reuso e reprocessamento
pode ocorrer de inúmeros modos, desde a fabricação de móveis feitos à mão e ferramentas, até moldes para a construção civil. Artistas e artesãos também produzem peças e ornamentos, não há limites para suas possibilidades de reingresso no mercado.

A conscientização de que precisamos diminuir a quantidade de lixo que produzimos e, se possível, reaproveitá-lo de alguma forma, colocou a cabeça de muita gente para funcionar e o resultado que vimos foi um número cada vez maior de criações que enfeitam, organizam e encantam. Com um pouco de criatividade
e bom gosto, ambientes aconchegantes e agradáveis podem ser construídos. Hoje, esses materiais estão nas casas de praia, de campo, chácaras e residências, e até já decoram lojas e escritórios.

Banco em madeira reaproveitada - Paulo Leonardo

Banco em madeira reaproveitada – Paulo Leonardo

A onda de sustentabilidade invadiu também a decoração de interiores. O conceito dos 3 R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar, está fazendo muito sucesso entre os designers, que investem cada vez mais na decoração com madeira reciclada, buscando inovação, conforto e a preservação ambiental. A madeira é um material
escasso, é importante o seu reaproveitamento evitando a compra de madeira nova, afinal o que torna o material mais interessante é o cunho sustentável.

A reciclagem da madeira se solidificou como uma forte tendência, uma vez que a madeira sempre terá a beleza rústica e sofisticada. A restauração feita por profissionais especializados podem tornar a peça mais valiosa, tanto no aspecto sentimental como mercadológico, sem contar o fato de estender o prazo de sua vida
útil, colocar em prática a sustentabilidade e ajudar a economizar fazendo com que o ambiente tenha uma linda decoração.

 

Por: Edna Pessanha

Acesse e leia reportagem completa:
Revista Documenta Press
www.documentapress.org