Fundação Bunge, IAC e Centro Universitário Belas Artes de São Paulo realizam Jornada Cultural

Nos dias 14 e 15 de setembro acontece, no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, o segundo encontro das Jornadas Culturais 2017, evento gratuito do Centro de Memória Bunge com o objetivo de discutir e trazer novos conhecimentos na área de preservação e memória, que este ano chega em sua décima terceira edição.

Com o tema “Concepção, Planejamento e Produção de Exposição” e curadoria de Marilucia Bottallo, diretora técnica do Instituto de Arte Contemporânea (IAC), o evento abordará a exposição museológica como sistema comunicacional com lógica, sentidos e processos próprios, cujo objetivo é comunicar um discurso preexistente, porém com o diferencial de uma prática preservacionista.

O encontro trará também discussões sobre práticas de concepção e execução para uma exposição museológica e reflexões sobre o processo, considerando sua importância, custo e complexidade.

A Fundação Bunge, que mantém o Centro de Memória Bunge, um dos mais ricos acervos de memória empresarial do país com quase 23 anos de existência, é a idealizadora das Jornadas Culturais, que existe desde 2004 e vem contribuindo cada vez mais para a formação e a atualização profissional de milhares de participantes.

Perfil da palestrante:

Luciana Nemes – graduada em Educação Artística e Pós-Graduada em Museologia pela Universidade de São Paulo – USP.  Atualmente assessora o projeto de reestruturação do Museu Santa Casa de São Paulo. Luciana se destaca por trabalhos de desenvolvido junto às produtoras Base7 Projetos Culturais e Arte3 Assessoria, Produção e Marketing Cultural, onde atuou como produtora executiva: projeto museográfico do Museu da História do Estado de São Paulo – MHSP, implantação do Museu do Holocausto – Curitiba, nas exposições “Caravaggio e seus seguidores” e “Resistir é Preciso”. Atuou como docente das disciplinas de Concepção, Planejamento de Exposições e Montagem de Exposição Sistema de Ações Museológicas no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Colaboradores:

Álvaro Razuk – arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), com especialização em projetos para exposições culturais, cenários, museografia e expografia. Trabalha nesta especialidade desde 1996 tendo desenvolvido diversos projetos para vários artistas, curadores e instituições no Brasil e exterior.

Lee Dawkins – formado em cenografia teatral, trabalha nas áreas de cenografia, expografia e montagem fina a mais de 25 anos.

Miulnei Ribeiro Barbosa – há 35 anos no mercado de transporte de obra de arte- embalagens, logística nacional e internacional de obras de arte. Atualmente trabalha na Millenium Transportes como gerente do departamento de obras de arte.

Claudio Rubiño – formado em artes e educação inclusiva, coordena o Programa de Acessibilidade do Instituto Tomie Ohtake. Tem experiência teórica e prática com públicos de equipamentos culturais com ênfase no desenvolvimento de ações para pessoas com deficiência.

 

Serviço:

Concepção, Planejamento e Produção de Exposição

  • Data: 14 e 15 de setembro
  • Horário: 9 h às 17h
  • Local: Centro Universitário Belas Artes de São Paulo – Unidade 3
  • Rua José Antônio Coelho, 879 – Vila Mariana – São Paulo/SP
  • Inscrições: a partir de 14 de agosto pelo www.fundacaobunge.org.br
  • 60 vagas

 

 

Por: Erick Paytl