ABAC lança serviço de frete compartilhado para expositor de feiras e eventos

Uma das dificuldades para um expositor participar de feiras que são realizadas fora de sua cidade ou estado, é o transporte de sua mercadoria.

Visando solucionar esta questão, a ABAC, Agência Brasileira de Apoio à Cultura está lançando o serviço de frete compartilhado para eventos realizados em todo o Brasil, iniciando pela Feira Artesanal Nordeste.

O serviço pretende integrar os expositores que intencionam participar de uma mesma feira para aproveitar viagens e transportes com um mesmo destino definido, objetivando tornar os fretes mais baratos e mais rápidos.

Para um expositor não é viável pagar um frete por um pequeno número de mercadoria, logo não se faz necessário um caminhão completo para o transporte, seus produtos são uma carga muito grande para serem enviadas pelo correio, mas pequenas demais para encher um caminhão inteiro.

Com o frete compartilhado, a ABAC conseguirá baixar os custos em 50% e os expositores irão dividir o valor do transporte de ida e volta para qualquer feira a ser realizada no país. É garantido a cada participante que cada item será devidamente entregue, com toda segurança e ótimo serviço.

Artesanal Nordeste

Segundo Cassius Gama, Conselheiro Instituidor da ABAC, uma carreta fretada iniciará o recolhimento das mercadorias pelo estado do Rio Grande do Sul, passará por Santa Catarina, Curitiba, São Paulo, Minas Gerais e se dirigirá para a cidade de Recife. A data para seu retorno é dia 07 de maio, quando a carreta com os produtos chegará a São Paulo, onde deixará toda a mercadoria na sede da ABAC na cidade de Vargem Grande Paulista, os expositores poderão recolher suas mercadorias a partir do dia 08 de maio.

É comum no término de uma feira, o expositor não saber quando a transportadora irá pegar suas mercadorias para transportá-las de volta para seus estados. Os que retornam para São Paulo são obrigados a esperar que as transportadoras tenham outras cargas para este estado, pois, aproveitam a viagem para levar outros produtos, uma vez que, segundo Cassius, geralmente não há mercadoria sendo transportada do nordeste para São Paulo, o normal é que exista mercadoria indo de São Paulo para o nordeste, com este sistema, o expositor terá a segurança e a certeza de que a carreta da ABAC estará no estacionamento do pavilhão de exposições aguardando a feira terminar.

Esta é uma ação da ABAC que pretende ser estendida não apenas à Artesanal Nordeste, mas também a outras feiras onde for possível fazer convênio e parceria semelhante. A Artesanal Nordeste é organizada pela WR São Paulo, que também promove a feira Mega Artesanal.

 A feira de Recife será feita nos mesmos moldes da feira de São Paulo, em um futuro breve, este evento será uma das maiores feiras do setor na região. O compartilhamento de frete já conta com 70% de adesão dos expositores.

 

 

Por: Edna Pessanha